Lançamento e Debate: A luta feminista latino-americana em contextos de golpe à democracia

dois livrosLançamento dos livros Feminismo popular e lutas antissistêmicas (SOS Corpo) e Bem viver para a militância feminista (CFEMEA)

Data: 19 de abril de 2017

Horário: 19h

Local: SCLN 406, bloco C

Entrada Franca!

Informações pelo telefone 61 3224 1791.

O evento terá a participação de Lilian Soto, ativista e candidata à presidência do Paraguai em 2013. Na ocasião, serão lançados dois livros sobre a luta contra o patriarcado no Brasil.

O Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CFEMEA) realizará, na quarta-feira (19 de abril), uma roda de conversa sobre como os movimentos feministas dos países latino-americanos têm se organizado para enfrentar os golpes contra as democracias. Uma das convidadas para o debate é a ativista paraguaia Lilian Soto que, em 2013, concorreu à presidência do país pelo partido feminista, socialista e ecologista Kuña Pyrenda. Além das discussões, haverá o lançamento de dois livros sobre desafios do ativismo contra o patriarcado na atualidade. O evento está marcado para as 19h, no Sebinho (SCLN 406, bloco C).

Os livros Feminismo popular e lutas antissistêmicas e Bem viver para a militância feminista trazem elementos sobre a diversidade da luta das mulheres e também a necessidade de criar estratégias para manter a sustentabilidade do movimento. No primeiro, fruto de sua tese de doutorado em Sociologia, Carmen Silva partiu de uma análise de como os meios de comunicação abordam a vida das mulheres. Depois disso, buscou confrontar esse mundo com a vida daquelas que dependem de seu próprio trabalho remunerado e vivenciam sobrecarga das tarefas domésticas.

Por esses aspectos e pelos interesses nos caminhos percorridos pelas articulações movimentalistas do feminismo, Carmen Silva, que é educadora popular do SOS Corpo, também buscou investigar como se organizam e as características das ações coletivas das mulheres de classe populares no âmbito do feminismo. A obra também pode contribuir para os estudos de todas as pessoas interessadas em analisar a movimentação feminista realizada nas ruas e na internet durante a primavera feminista de 2015.

CUIDADO ENTRE ATIVISTAS – Já Bem viver para a militância feminista reúne a experiência que o CFEMEA vem acumulando, desde 2015, sobre autocuidado e cuidado entre mulheres ativistas. O tema tem sido estratégico tanto para aprofundar a resistência à ofensiva conservadora e antidireitos, como também para dar maior complexidade à perspectiva de transformação social de longo prazo.

A publicação traz ainda relatos de mulheres sobre como o autocuidado e o cuidado entre ativistas têm transformado sua experiência de militância política.