Lançamento do livro “Um Novo Ponto Guia: Rompendo paradigmas pela perspectiva do Sul Global”

[SiNUS 2018] Capa do LivroLançamento do livro “Um Novo Ponto Guia: Rompendo paradigmas pela perspectiva do Sul Global”

Data:  25/05/2018

Horário: 18:30

Local: Livraria Sebinho, 406 bloco C Asa Norte. Entrada Franca!

O cenário global contemporâneo demanda novas perspectivas. A coexistência de questionamentos acerca das estruturas criadas sobre os moldes europeus e colonizadores e da manutenção destes é pauta que permeia o pensamento e a produção de conhecimento atual. A possibilidade de dar voz àqueles historicamente invisibilizados e deixados na subalternidade é o princípio motivador que promove novas descobertas, assim como a luta contra as desigualdades que são mantidas graças à persistência de padrões e estigmas, em diversos sentidos. Para isso é preciso conhecer e valorizar

formas de conhecimento que saiam da linha hegemônica dos detentores de poder, que ditam o que importa ou não dentro do sistema internacional.

A descoberta de um novo ponto guia pressupõe, acima de tudo, a vontade de promover rompimentos com estruturas hegemônicas e colonizadoras que invisibilizam todo e qualquer pensamento destoante de padrões do Atlântico Norte e Ocidental.

A permissão de mudar a percepção acerca de realidades pré-concebidas faz parte da produção de conhecimento que se distancia dos exemplos de ciência que aprendemos e permite que diversos tipos de saberes ganhem voz. Embora a produção que se encontra aqui seja a perpetuação da produção de conhecimento hegemônica, e isso se dá também pela necessidade de resistência e disputa de espaço dentro deste campo, são  reconhecidos outros processos de conhecimento igualmente legítimos para além do cientificismo defasado, como a oralidade e as artes.

Assim, este livro, sob os auspícios do projeto da SiNUS 2018: Provocar Mudanças Ressignificando Paradigmas , nasceu. Com a ideia de tratar temas sob  novos olhares, principalmente no que tange a problemáticas do Sul Global, estudantes de graduação da Universidade de Brasília se dispuseram a pensar, pesquisar e escrever de forma desafiadora essas temáticas, de forma que auxiliem na dispersão do conhecimento, visto que o foco são as secundaristas participantes dos cinco dias de Conferência da Simulação das Nações Unidas para Secundaristas. Tê-las como foco faz com que todas reflitam sobre as maneiras que essas informações chegarão a elas e em como reverberão em suas vidas, de forma que resultem em mudanças internas e externas.

O desafio de visibilizar tanto as demandas quanto as produções provenientes do Sul Global é a essência desta publicação. Ao tratar das temáticas periferizadas dentro do cenário internacional como pontos principais de discussão, a intenção é mostrar comoesses assuntos pertencem ao cerne das questões, contudo são frequentemente ignorados pelos detentores de poder. O Sul Global é compreendido como um mosaico multicultural complexo que nega a existência de epistemologias gerais e dominantes, tendo como base o que foi apresentado por Boaventura de Sousa Santos e Maria Paula Meneses na organização de Epistemologias do Sul (2010). A apropriação do Sul Global como parte do processo de visibilizar as resistências é reivindicada, visto que seu surgimento não se deu de forma positiva, unicamente, pois é reflexo da ideia do Norte Global de que aqueles que estão distantes de suas formas de desenvolvimento não fazem parte do mesmo grupo.

A reivindicação se dá, em suma, para validar a diversidade do desenvolvimento, do conhecimento e da cultura e reconhecer como o mundo não segue a padronização europeia, branca, cristã e colonizatória. Cada artigo deste livro oportuniza a incitação, reflexão, transgressão e coletivização das abordagens trabalhadas, de forma que este conhecimento saia dos corredores da SiNUS e vá para o mundo, implicando ações práticas e reflexões com a sociedade como um todo. Cada artigo, também, traz tentativas, diálogos e construções conjuntas que surgiram com o contato com novas pessoas e novas temáticas. Portanto, as produções presentes neste volume, além de serem base para a Simulação, são reflexos das autoras perante as propostas feitas e são fruto de enormes estudo, ponderação e sensibilidade e de muito trabalho em conjunto. Esperamos que a leitura seja proveitosa! Secretariado da SiNUS 2018 – Provocar Mudanças Ressignificando Paradigmas.